Alongamento e Flexibilidade: Existe Diferença?

Alongamento e Flexibilidade: Existe Diferença?

Você tem aquela famosa dúvida na hora de falar “alongamento” ou “flexibilidade” na conversa? Ou nem mesmo chegou a pensar sobre qual é diferença desses dois conceitos? Pois venha com a Tia Val que eu te explico certinho o que rola!

  A flexibilidade é a capacidade física de realizar movimentos corporais com amplitude. Entre suas necessidades, para possuir uma boa flexibilidade, a pessoa deve ter alongamento muscular ligado à uma boa amplitude articular. A flexibilidade é um componente considerado primordial para uma boa aptidão física.

  Enquanto o termo “alongamento” é ligado diretamente à estrutura músculo-esquelética, podendo também ser utilizado como nomenclatura para técnicas de ganho de flexibilidade. Por exemplo “hoje fiz um alongamento excelente para os ombros”. O alongamento é um dos componentes da flexibilidade, mas a flexibilidade toda não se resume ao alongamento, entende?

Pra ficar mais fácil, vamos colocar as definições dessa maneira:

. Flexibilidade = Capacidade física; Componente da aptidão física; Soma de alongamento muscular e mobilidade articular.

. Alongamento = Extensão da estrutura músculo-esquelética, elemento que possui técnicas a serem trabalhadas a fim de ganho de flexibilidade.

 

Como encaixar esses termos em frases? Seguem os exemplos:

“Ele tem uma ótima flexibilidade” - CERTÍSSIMO

“Ele tem um ótimo alongamento” - Errado não está, porém é uma definição INCOMPLETA. Se sua amplitude de movimento é boa, ela não depende apenas de alongamento

 

“Preciso de exercícios de alongamento” - CERTÍSSIMO

“Preciso de exercícios de flexibilidade” - CERTÍSSIMO também! Apenas menos específico

 

“Ela é alongada” - ERRADO. O alongamento é uma condição momentânea. Nesse caso, devemos dizer “ela é flexível”.

“Ela está alongada” - CERTÍSSIMO. Ela acabou de terminar uma sessão de alongamento.

 

Por fim, o alongamento e a flexibilidade são irmãos gêmeos (eu diria até siameses, pois a evolução de um depende da evolução do outro), mas têm diferença entre eles. Com esses exemplos, ficou mais fácil de compreendê-las? 

 

Aquele abraço da Val Mombach, e até o próximo post!

 


Gostou? Compartilhe!